terça-feira, 3 de outubro de 2017

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

terça-feira, 1 de agosto de 2017

quarta-feira, 13 de maio de 2015

A Economia do Futuro; Estudos & Contributos; Debates & Ações_NEWSLETTER 02








A Economia do Futuro; Estudos & Contributos; Debates & Ações_NEWSLETTER 01






A Economia do Futuro; Estudos & Contributos; Debates & Ações_PROGRAMA



plataformaCIDADES 
&
Fundação Engenheiro António Pascoal

19 de maio de 2015
Fundação Engenheiro António Pascoal
Av.ª Dr. Lourenço Peixinho, 155; 3800-166 AVEIRO
 
inscrições obrigatórias, até 19h de15mai, para «plataformacidades@gmail.com»; 12 inclui jantar



1. 
1ª Sessão   Apresentação do Estudo e dos Contributos Específicos 
18h00                 Welcome Drink 
18h30 - 19h30   Abertura e Introdução

Mesa                  Prof. António Nogueira Leite (preside); Eng.º Vasco Lagarto; Prof. Pascoal Neto
                           Sr. Ivan Silva; Dr Luís Leitão 
oradores            Prof. João Ferrão
                           Prof.ª Maria Luís Pinto 
secretariado  Pompílio Souto | Oscar Mealha; Cistina Perestrelo; Gil Moreira
temas&tempos 
i.Boas vindas
        Engº Vasco Lagarto                                           o5 m
ii.Agradecimentos; Iniciativa, Intervenientes
        Arq.to Pompílio Souto                                      10 m
iii. O essencial do Estudo [#a] 
        Prof. João Ferrão                                             25 m 
iv. O essencial dos Contributos Específicos
        Prof.ª Maria Luís Pinto                                     15 m 
v.  Tema e Contexto
        Prof. A. Nogueira Leite                                     05 m


2. 
Jantar
19h30 - 21h00
Jantar Volante - com animação e música - nos jardins da Casa Sede da Fundação


3. 
2ª Sessão   Debate do Estudo e dos Contributos Específicos
21h00 - 23h30
Mesa
    Prof. Júlio Pedrosa (preside); Prof. João Ferrão; Prof.ª Maria Luís Pinto
comentadores
    i.  Autarca (*8); Prof. Victor Cavaleiro; Eng.º António Oliveira;
    ii. Politico (*8); Eng.º João Paulo Oliveira; Prof. Paulo Pinho.
intervenientes
    Convidados (*9) e Participantes
    secretariado
        Pompílio Souto | Oscar Mealha; Cristina Perestrelo; Gil Moreira
temas & tempos
i.Essencial a debate: convergências & divergências
        Júlio Pedrosa e Maria Luís Pinto                         10 m
ii.Debate                                                                        2 h
iii.Esboço de resumo:
    iii1.conclusões: ideias chave
          Prof.ª Maria Luís Pinto                                       10 m
    iii2.que fazer?
          Prof. Júlio Pedrosa                                            10 m


[#a],   http://www.ffms.pt/upload/docs/economia-do-futuro-a-visao-de-cidadaos-empresarios_vjD3tgh3PEmeRby0cdx7KA.pdf 
(*8),   designado por consenso entre os presentes
(*9),   os autores dos "depoimentos especializados" [texto de 1500 caracteres contextualizando o conteúdo do Livro coordenado por João Ferrão [#a]]

A Economia do Futuro; Estudos & Contributos; Debates & Ações




No próximo dia 19 de Maio, pelas 18h30, decorrerá, em Aveiro, um encontro subordinado à temática “A Economia do Futuro”, promovido pela Plataforma CIDADES e Fundação Engenheiro António Pascoal, no edifício-sede desta última localizado na Av.ª Dr. Lourenço Peixinho, n.º 155. Esta Fundação assume-se como uma instituição de interesse público, que merece o reconhecimento pela relevância dos serviços prestados à sociedade, sobretudo nos concelhos de Aveiro e Figueira da Foz, assumindo-se, neste âmbito, como entidade parceira.

Por seu turno, a Plataforma CIDADES define-se como um grupo de reflexão cívica, criado em 2003, que, desde então, se reúne regular e informalmente com um número variável de participantes. Cada sessão conta com um tema previamente definido e analisado por um grupo restrito de elementos que são convidados a partilhar as suas reflexões a respeito do mesmo e, desse modo, contribuir para um debate mais alargado. De cada encontro resulta um conjunto de ideias-chave que, ou se constituem como património de conhecimento e saber de cada um dos elementos do grupo, ou – nalguns casos – se assumem como a base de algumas interceções cívicas.

A próxima sessão tem como ponto de partida a investigação científica comparticipada pela Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS), recentemente publicada em dois livros: "A Economia do Futuro – a visão de cidadãos, empresários e autarcas” (mais extenso) e "Que Economia Queremos" uma "versão de bolso"; quer a investigação, quer as publicações são da autoria de um conjunto de universitários coordenados pelo Prof. João Ferrão (ICS-IUL).
Com este estudo, os autores pretendem demonstrar de que forma os portugueses veem a economia do futuro, que mudanças consideram necessárias bem como as prioridades a assumir e os agentes a implicar nessa mesma mudança. Por outro lado, pretendem encontrar pontos de convergência e divergência entre os três grupos-alvo participantes no estudo – população em geral, empresários e autarcas, constituindo-se como o mote para um debate mais alargado.

É a partir deste "retrato da realidade portuguesa" que esta investigação nos oferece, que a plataforma CIDADES e Fundação Engenheiro António Pascoal pretendem contextualizar os pressupostos e ponderar a exequibilidade de alguns caminhos,  ouvindo alguns importantes autarcas, empresários e cidadãos de Aveiro e Ílhavo.

É, ainda, do debate público e franco em torno desta temática - para o qual se convidam os partidos e os cidadãos - que as entidades promotoras pretendem que se tornem mais claras as opções e o modo como poderemos, coletivamente, construir uma sociedade mais sustentável e feliz.


Dr.a Darlene Ávila

A Economia do Futuro; Estudos & Contributos; Debates & Ações_NOTA-SÍNTESE DO CONTEÚDO, DA INVESTIGAÇÃO E LIVRO



plataformaCIDADES
&
Fundação Engenheiro António Pascoal

tendo por base  a investigação e livro – da FFMS - "A ECONOMIA DO FUTURO _ A visão de cidadãos, empresários e autarcas", trabalho de Alice Ramos, João Mourato, João Pato, Olívia Bina, Rui Carvalho, coordenado por João Ferrão


Como será a economia do futuro? O que podemos esperar dela, e em que é que vai diferir daquilo que temos hoje? De que forma é que autarcas, empresários e os cidadãos em geral estão prontos a antecipam? E do que estão dispostos a abdicar para se integrarem nela?

O estudo "A Economia do futuro: a visão de cidadãos, empresários e autarcas" tenta dar resposta a esta e a muitas outras questões. Elaborado por um conjunto de investigadores, e coordenado pelo geógrafo João Ferrão, este é um documento de grande utilidade para quem quiser perceber melhor as expectativas e as atitudes dos portugueses numa altura em que a economia e a inovação estão na ordem do dia.

ver publicação completa ou "Sumário Executivo" e Conclusões em
(…)
A necessidade de uma transição para novos modelos de desenvolvimento socioeconómico, visando superar a atual crise e evitar os impactes ecológicos do modelo de crescimento económico hoje predominante, reúne um apoio crescente mas mobiliza discursos distintos, com destaque para a “economia do crescimento verde” e a “economia do bem-estar”. O que pensam os portugueses sobre a economia do futuro, os protagonistas das mudanças desejadas e o modo de alcançar os resultados pretendidos? Em que medida se aproximam as suas opiniões e preferências dos vários discursos em confronto sobre a economia do futuro? Tendo por base os resultados de um inquérito a cidadãos, empresários e autarcas, este livro procura responder a essas questões, contribuindo para um debate tão inevitável quanto urgente.
[extrato da publicação em título]

João Ferrão _ CV

Nascido em 1952. Licenciado em Geografia, Faculdade de Letras da UL. Doutorado pela UL em Geografia Humana. É atualmente investigador coordenador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e coordenador do Grupo de Investigação “Ambiente, Território e Sociedade” e do Conselho dos Observatórios do ICS-UL.

Docente no departamento de Geografia da Faculdade de Letras de Lisboa (1976-95) e na Universidade Atlântica (1996-2000). Presidente da APDR - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional (1987-1990). Secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades (2005-9). Membro do Conselho Científico das Ciências Sociais e Humanidades da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (2010-13).

Foi coordenador nacional de diversos projetos e redes de investigação internacionais, nomeadamente no âmbito de vários Programas - Quadro da Comissão Europeia e da European Science Foundation.

Desenvolveu atividades de consultoria na área da geografia económica e social e do desenvolvimento regional e urbano. Foi consultor da OCDE (Programa de Desenvolvimento Rural, 1993). Coordenou diversos estudos de avaliação de políticas públicas, para o Governo português e para a Comissão Europeia, incluindo a avaliação ex-ante dos Quadros Comunitários de Apoio II e III (Portugal).

Publicou, individualmente ou em colaboração, dezenas de artigos em revistas nacionais e estrangeiras e diversos livros sobre temas relacionados com geografia, ordenamento do território e políticas de desenvolvimento local e regional.
É representante do Conselho dos Reitores das Universidades Portuguesas no CNADS (Conselho Nacional do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável). É pró-reitor da Universidade de Lisboa para a sociedade e comunidades locais.